Como o PPAC funciona:

- Ao acessar as páginas do PPAC você terá acesso a produtos que seu paciente deve EVITAR, por ser alérgico a determinada substância.
Você deve marcar na lista fornecida:
1. a qual alérgeno o paciente é sensível.
2. qual grupo de produtos você deseja ver (como sabonetes e loções de limpeza, medicamentos, hidratantes, cosmecêuticos etc).

- Após clicar no(s) alérgeno(s) e grupo de produtos que deseja ver, basta clicar em pesquisar, e você terá a lista de produtos seguros a seu paciente.
Em seguida, você pode gerar uma lista em PDF para ser impressa com o nome do seu paciente.

- Por cosmecêutico entendeu-se tópico prescrito por dermatologistas com finalidade de rejuvenescimento, além de antitranspirantes, clareadores, desodorantes e outros que não se enquadravam nas outras categorias, principalmente de medicamentos tópicos.

- Definição de "produto com fragrância": produtos em que há a inscrição Perfume ou Fragrância ou produtos com alérgenos presentes nas baterias Fragrance Mix I (FM I) ou Fragrance Mix II (FM II). As fragrâncias também podem incluir os ingredientes “naturais” (botânicos), ex.: óleo de amêndoas, baunilha, óleo de rosa, óleos cítricos, Aloe vera, arnica, Centella asiatica, camomila, Gingko biloba, menta, feverfew, própolis, outros óleos essenciais e extratos de plantas e de flores etc. Foram incluídas, além disso, as chamadas fragrâncias “escondidas” (Álcool benzílico, Benzaldeído, Bisabolol ou óleo de camomila, Ciclopentadecanolide, Etileno brassilato, Linalool, Mentol, Bálsamo do Peru, e Bálsamo do Tolu, Fenil etil álcool).

- Alguns cosméticos são rotulados como “sem perfume”, mas contém baixas concentrações de fragrância mascaradora com a finalidade de cobrir odor de medicamentos ou de gordura presente nos sabões, por exemplo, o etileno brassilato.

- Foram consideradas reações cruzadas entre alérgenos:
Substâncias causadoras de reações cruzadas e substâncias derivadas foram incluídas, tais como: potássio sorbato (ácido sórbico), alcoóis cetílicos, estearílicos (lanolina), etilenodiamina em várias apresentações (tetrahidroxipropil etilenodiamina, pentasodium etilenodiamina tetrametileno fosfonato), e dipropilenoglicol (propilenoglicol). Entretanto, no caso de alcoóis cetílicos, estearílicos e esteáricos pode-se consultá-los separadamente. Isto também pode ser feito para Formaldeído (Bronopol, Diazolidinil Uréia e Imidazolidinil Uréia).

Obrigada por usar o PPAC,

Vanessa Barreto Rocha
Dermatologista Gestora do PPAC